Intertotal

O mercado publicitário do Nordeste vem crescendo e tomando visibilidade no espaço nacional. Segundo matéria veiculada pela revista Meio e Mensagem, o investimento em publicidade no Nordeste cresceu 20% acima da média brasileira. Diante deste fato, a revista Exame também estendeu seus olhos para o mercado nordestino e publicou uma matéria muito interessante sobre o ramo publicitário. Vale a pena ler e reler. Confira abaixo  a primeira parte da matéria e a leia na íntegra pelo seguinte link.

Publicidade tem de ter sotaque regional no Nordeste

O mercado publicitário nordestino surfa numa onda de otimismo sem precedentes desde 2007. Desde aquele ano, segundo o Índice de Potencial de Consumo (IPC) da Target Marketing, responsável por estudos da área, o  Nordeste ocupa o posto de segunda região brasileira com maior poder de compra. Com 18,79% do consumo, ela fica à frente do Sul (16,32%).

De acordo com a revista Meio e Mensagem, referência no setor, em 2012 o crescimento do mercado publicitário no Norte e no Nordeste (regiões que são estudadas em conjunto pela publicação) foi de 9,8%, ante a média nacional de 5,9%.

Ainda segundo a publicação, o investimento em publicidade no Nordeste cresceu 20% acima da média brasileira nos últimos dois anos. “Essa é uma referência importante na hora em que as empresas distribuem suas verbas de publicidade”, lembra Eliziane Colares, diretora de planejamento da Advance, uma das maiores agências do Ceará.

Tantos investimentos passam, necessariamente, por um aumento nas contratações de publicitários locais. Atualmente, há 270 agências em funcionamento no Nordeste, prontas para ajudar as empresas a vender todo tipo de produto e serviço com muito talento e criatividade, sem precisar imitar o sotaque ou reproduzir os padrões criados em outras regiões.

Radicada na Bahia há 18 anos, a publicitária paulista Ana Maria Almeida, diretora de mídia da A3 Comunicação, conta que o mercado nordestino tem várias particularidades. “Ao contrário de São Paulo, uma das formas mais eficazes de se anunciar em Salvador é em outdoor”, compara.

Cartões postais em outras partes do Brasil, as imagens estereo tipadas e gratuitas de capoeira, baianas do acarajé, folia e preguiça sãorejeitadas por  esse público. “O mesmo vale para o restante da região”, diz Moacyr Maciel, sócio-diretor da A3.

Confira matéria completa aqui.

 

14 de outubro de 2013

Mercado publicitário, cresce no Nordeste

O mercado publicitário do Nordeste vem crescendo e tomando visibilidade no espaço nacional. Segundo matéria veiculada pela revista Meio e Mensagem, o investimento em publicidade no Nordeste cresceu 20% […]
10 de outubro de 2013

Vestibular 2014 da Fafica

Ninguém conhece você melhor do que você mesmo. Este foi o conceito que a Intertotal usou na campanha do vestibular 2014 da Fafica. Confira o filme. […]
9 de outubro de 2013

Campanha “Outubro Rosa”. Nós também estamos nessa

Para estimular a detecção precoce do câncer de mama, o Ministério da Saúde inicia campanha para conscientização das mulheres sobre o tema (disponível no site), reforçando […]
1 de outubro de 2013

Encontro da Moda & Estilo do Polo Caruaru

Entre os dias 24 e 25 de outubro, o Polo Caruaru vai receber um evento sobre moda e estilo, no qual acontecerão desfiles e se contará […]